A atriz em “Splash – Uma Sereia em Minha Vida”

A atriz e ativista ambiental Daryl Hannah veio ao Brasil para participar do 2º Fórum Global de Sustentabilidade SWU. Linda, divertida e muito simpática, a estrela de filmes como “Blade Runner”, “Kill Bill” e “Splash – Uma Sereia em Minha Vida” bateu um papo comigo depois de sua palestra e contou sobre as três vezes em que foi presa, o modo como escolhe cosméticos e sobre não gastar nenhum dinheiro com roupas. Olha só:


Protesto contra o petróleo


Em “Blade Runner”


Imagem da terceira vez em que foi presa

.Evoke Zegon.

Novembro 17, 2011

DJ Zegon assina uma linha de óculos da Evoke. O modelo ficou bonitão, olha só:

 

.Um papo com Bob Geldof.

Novembro 16, 2011

Fui ali bater um papo com o Bob Geldof.

Educado, simpático e de discurso firme, o cara (que já não tem mais essa cabeleira da foto) relembrou o momento inesquecível da gravação de “Do They Know It´s Christmas”, falou sobre o “Occupy Wall Street” e o poder do Brasil nas questões ambientais. Olha só:

.A aurora de Saturno.

Novembro 15, 2011

Não consigo parar de olhar para isso aqui hoje: Pólo Norte de Saturno.

Aliás, eita planetinha estranho… Lembra do hexágono maluco?

 

.Crazney Love no SWU.

Novembro 15, 2011

A véia ta bagaceira, locona, tagarela sem voz, esquelética… Mas se tiver show do Hole eu vou outra vez.

.Pantone Xmas balls.

Novembro 7, 2011

.Florence in tha house.

Novembro 3, 2011

Sim, sim, sim. A ruiva que a mulherada adora confirmou apresentação no Brasil no ano que vem. Florence + the Machine  toca no Summer Soul Festival em janeiro. Em passagem pelo programa de Jools Holland ela cantou “No Light, No Light” e “What The Water Gave Me”,  duas músicas do novo álbum “Ceremonials”.

 

.KE11Y SLATER. – AGAIN

Novembro 3, 2011

39 anos e 11 vezes campeão mundial. ONZE.

Fenômeno do esporte, o surfista acaba de faturar -antecipadamente- mais um título mundial. Ontem, ele ganhou a penúltima etapa do World Tour, em São Francisco. Kelly venceu o australiano Daniel Ross e garantiu o caneco exatos um ano após a morte de seu grande rival, Andy Irons.

 Manda prender, sério.

.Meus Capitães.

Novembro 2, 2011

Tivemos um reencontro. Eu e os Capitães da Areia. Pedro Bala, Volta Seca, Professor, Gato, Boa-Vida, Sem-Pernas, João Grande e Dora. Que saudade eu estava de Dora…

A publicação da capa acima era do meu pai. Ficava na segunda fila do armário de livros, escondidos pelas edições de medicina, daquelas enormes, com capa dura e letras douradas. Roçava as páginas em títulos cabreiros sobre tortura, socialismo, luta estudantil. Mas tinha aquele moço de terno branco na capa, uma menina de vestido vermelho, um barquinho, alguma coisa que não combinava com o resto (levou pouco tempo para descobrir que estava cercado de bons companheiros) . Meio que para salvar aqueles garotos, eu arranquei um livro dali pela primeira vez e nunca mais parei.

Capitães da Areia não foi, nem de longe, o meu livro favorito, mas foi o livro que me fez gostar de ler. Aquele primeiro, que não constava em lista de material, que não ia cair na prova, que não precisava de resumo em folha de papel almaço, que eu passei os olhos sem reparar na estrutura narrativa, na linguagem. Lembro até hoje de literalmente sentir aquela areia baiana toda, e -como pode?- piscar os olhos e ainda estar no meu quarto, longe da Cidade Baixa. Lembro de achar estranho chorar por uma coisa que era de mentira. Que só estava na minha cabeça, que nem imagem tinha.

E então fui ao cinema conferir o filme de Cecília Amado, e queria com força, que a minha Dora, e a Dora dela, não olhassem uma a outra com a sobrancelha arqueada. Se adoraram. Foi como voltar ao trapiche e rever bons amigos. Axé, Pedro Bala.

.Liam Finn. – no som

Novembro 2, 2011

e um brinde delícia:

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 30 outros seguidores