arte
Deixe um Comentário

.Fashion victim. by Zevs

De passagem por São Paulo a convite do evento Pense Moda, o artista Zevs resolveu aprontar uma das suas. Na madrugada de terça para quarta feira, o francês parou a rua Haddock Lobo para apresentar uma performance. Famoso por vestir uniforme amarelo de trabalhador urbano e uma meia de leopardo no rosto, Zevs surgiu no bairro do Jardim Paulista usando moletom preto de capuz e uma pintura vermelha no rosto. “Queria fazer alusão aos índios guerreiros do Brasil. Desde que fui preso em Hong Kong não preciso mais cobrir o rosto, os jornais já publicaram a minha foto”.

O artista chegou acompanhado da modelo Marina Dias, que ficou completamente nua na calçada oposta à loja da Louis Vuitton. Aos berros, ela foi assassinada pelo logotipo da marca e ficou estendida no chão enquanto Zevs marcava o contorno de seu corpo com um pó branco, como na cena de um crime.

“Ela é literalmente uma vítima da moda. Não tenho nada contra o luxo, ou essas marcas, mas gosto de revirar a passividade com que as pessoas captam aquilo. Faço arte sobre a propaganda porque é como se eu pudesse reagir a ela, me sentir menos preso ao que a cidade está tentando impor”, conta.  Ao final, a modelo se levantou e o artista foi aplaudido, sem maiores problemas.

Zevs é um dos nomes mais conhecidos da arte urbana francesa. Nos anos 90, ficou famoso por traçar sombras de orelhões e outros mobiliários urbanos nas calçadas parisienses, e logo depois, estourou com sua marca registrada, os logotipos derretidos, e ações contra o mercado da publicidade, principalmente no ramo da moda.

Marcou o rosto de garotas propaganda com spray, como se tivessem levado um tiro na testa, sequestrou a modelo de um imenso outdoor em plena Alexander Platz, em Berlim (exigiu até resgate, que a marca pagou). Tudo isso para alterar a relação de quem passa pela rua e é obrigado a se relacionar com os trabalhos das marcas.

Uma de suas ações de maior impacto aconteceu em Hong Kong, quando Zevs marcou a fachada da loja Giorgio Armani com o símbolo derretido da Chanel.

Se você gosta do trabalho de Zevs ( e de diversos outros artistas urbanos), recomendo o documentário “Inside Outside”, de 2007. Confira o trailer:

 

 

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s