music
Comment 1

.Fujiya & Miyagi.

Os caras do Fujiya & Miyagi tocaram por aqui ontem, e eu resolvi tirar do baú uma entrevista que fiz em 2008 com David Edward, vocalista e guitarrista da banda:

Quem vai tocar bateria no show, agora que vocês colocaram o instrumento no último CD?
Nossa arma secreta vai ser o novo integrante Lee Steven Adams. Com ele nosso set vai ficar muito mais dinâmico. Sempre tive vontade de ir ao Brasil e esperamos que agora que esse dia está chegando o show seja incrível.

Você é fã do senhor Miyagi, do Karate Kid?
Desde pequeno. E continuo até hoje com a mesma intensidade.

O que é Fujiya?
Um gravador japonês.

Você cresceu escutando que tipo de coisa?
Minha mãe escutava muito The Carpenters & Johnny Mathis. Meu pai não me deixava tocar dentro de casa, então quando eu não estava jogando futebol eu ligava o radio e escutava o que estivesse tocando. Fui uma criança quieta, preferia escutar.

O que você gosta de fazer quando não está tocando?
Eu adoro ir ao supermercado às sextas e aos sábados no fim da tarde porque está vazio e eu posso ficar um bom tempo aproveitando o silêncio. Mas eu também gosto de coisas normais como ir ao cinema e ler. E claro, falar sobre os mistérios do universo em um bom pub.

Quais foram os últimos livros que você leu?
Bom, eu passei muito tempo lendo Swann’s Way de Proust. Na verdade eu continuo lendo e gosto dessa dificuldade. Terminei a autobiografia de Mark E. Smith em 4 horas e achei bem divertido descobrir o ponto de vista dele sobre a minha cidade natal.

Como você classifica o tipo de som da banda?
Melantronica!

O que vocês conhecem de musica brasileira?
Conheço um pouco das coisas dos anos 60 e 70. Gosto dos Mutantes e do Caetano Veloso. Adoro o disco Transa. Já ouvi muitas e muitas vezes. Alfamega na voz dele é uma das minhas musicas favoritas. E tem também o CSS, que eu conheci em festivais por aí.

Vocês gostam de alguma dessas bandas novas que cruzam nos festivais?
Tenho escutado muito soul do norte do país, que é antigo e soa muito melhor aos meus ouvidos do que qualquer uma dessas bandas novas.

Vocês se preocupam com o figurino dos shows?
Eu não ligo para moda. Acho que muitos grupos considerados “fashion” hoje ficam parecendo uns “grumpy spandau ballet”.

Com quem vocês gostariam de dividir o palco?
Captain Beefheart

Você canta como se estivesse sussurrando. Sempre fala desse jeito também?
Acho que sempre. Eu definitivamente não sou um homem do grito. Diferentemente dessa mulher aqui no quarto ao lado.

Essa coisa de sussurrar é influência de Serge Gainsbourg?
Tenho que reconhecer que sim. Ele é meu cantor favorito e eu adoro o som de sua voz. Ele consegue mudar a direção dos sons constantemente e faz conecções em suas letras que são incríveis. Isso sem falar em sua produtividade musical invejável.

Se você pudesse fazer um mix de três bandas que resultariam no F&M, elas seriam…
Chic, Harmonia & Sly & The family Stone

1 Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s